Fase 1: Inscrições  

XX CONVOCATÓRIA CONCURSO ARQUIA/BOLSAS

24 bolsas para a realização de estágios profissionais em ateliers europeus de Arquitetura
+
3 bolsas para a realização de estágios profissionais na Administração Pública, Ministério do Fomento, Direção Geral de Arquitetura, Habitação e Ordenamento
+
2 bolsas para a realização de estágios profissionais na Fundação Metrópoli
+
1 bolsa para a realização de estágios de Gestão Cultural na Royal Academy of Arts
+
1 bolsa para a realização de estágios de Gestão Cultural na Fundação Arquia
+
2 bolsas de matrícula para a participação no Campus de Ultzama 2019, organizado pela Fundação Arquitetura e Sociedade

Condições
A Fundação Arquia, atendendo ao valor formativo que pressupõe o conhecimento prático da profissão e à mobilidade geográfica, convoca a XX edição do concurso arquia/bolsas, pelo que atribui 24 bolsas a estudantes que frequentem os últimos anos do curso e a jovens arquitetos recém-diplomados, destinadas à realização de estágios profissionais em ateliers europeus de Arquitetura.

Candidatos
Podem candidatar-se à bolsa os alunos de Arquitetura e jovens arquitetos com nacionalidade espanhola, portuguesa ou cidadãos com autorização de residência em Espanha ou Portugal que, na data limite de entrega das candidaturas, cumpram os seguintes requisitos:
Estudantes
a) Tenham obtido, numa Faculdade de Arquitetura espanhola ou portuguesa, no mínimo, 60% dos créditos necessários para a obtenção do diploma necessário para o exercício da profissão de arquiteto.
b) Estejam matriculados no ano letivo 2018/2019 numa Faculdade de Arquitetura espanhola ou portuguesa.
Arquitetos
Tenham obtido o diploma de arquiteto necessário para o exercício da profissão numa Faculdade de Arquitetura espanhola ou portuguesa, ou terem obtido o diploma fora do país e homologado em Espanha ou Portugal, após 30 de abril de 2018.
Destinos. Ateliers participantes
Os ateliers de destino são selecionados pelos alunos de Faculdades de Arquitetura espanholas, como os seus favoritos para a realização de estágios profissionais, de acordo com os resultados do VII Inquérito on-line realizado a alunos de Arquitetura pela Fundação Arquia em 2017. A atualização dos ateliers de destino é realizada a cada 3 anos através de um inquérito on-line.
Os ateliers participantes na presente convocatória, com os quais a Fundação Arquia acordou a admissão de bolseiros em regime de estágio, são os seguintes:

Barcelona
Barozzi Veiga
Carme Pinós
EMBT. Miralles Tagliabue
Flores Prats Architects
H-arquitectes
OAB Carlos Ferrater


Madrid
Alberto Campo Baeza
amid.cero9
Emilio Tuñón arquitectos
Estudio Herreros
Nieto Sobejano, Arquitectos
NoMAD
Rafael Moneo


Olot
RCR. Aranda Pigem Vilalta

Pamplona
Patxi Mangado

Sevilha
Cruz y Ortiz Arquitectos

Basileia
Herzog & de Meuron

Berlim
Kéré Architecture

Lisboa
Aires Mateus e Associados

Londres
AZPML. Alejandro Zaera-Polo Maider Llaguno Architecture
Foster and Partners


Porto
Álvaro Siza

Paris
Lacaton & Vassal Architectes

Roterdão
MVRDV
Calendário
Abertura da convocatória: 2 de janeiro de 2019
Período de inscrições: 2 de janeiro a 30 de abril de 2019
Resultados: julho de 2019
Cerimónia de entrega: outubro de 2019
Modalidades de participação
Existem duas modalidade de participação: "Curriculum académico" e "Concurso". Pode optar por participar numa ou em ambas simultaneamente. São concedidas 12 bolsas para cada modalidade. Para assegurar uma adequada distribuição geográfica das bolsas, esta será ponderada de forma proporcional ao número de inscrições válidas recebidas por centro e modalidade.
Curriculum académico
Os candidatos serão selecionados em virtude do seu curriculum académico. Este será avaliado com base na média das classificações obtidas nas disciplinas aprovadas do curso, bem como na média das classificações obtidas nas disciplinas aprovadas dos Projetos (para o efeito, serão consideradas todas as disciplinas dependentes do Departamento de Projetos arquitetónicos). As referidas médias das classificações serão calculadas pelo requerente, tal como especificado no Anexo I das Condições.
Concurso 2019
Os alunos serão selecionados em virtude do material enviado a concurso.
Documentação e envio
A informação pode ser alterada até ao dia e hora de encerramento das inscrições: 30 de abril de 2019, às 12 horas (hora peninsular espanhola).
Curriculum académico
Após realizar a inscrição, aceda à área privada do utilizador, introduzindo o email e a palavra-passe, bem como a média das classificações descritas anteriormente na caixa específica (secção bolsas, opção “editar participação”)
Posteriormente, será solicitado aos pré-selecionados o ficheiro PDF do seu curriculum académico.

Concurso 2019: “Segunda mano: Una casa discreta”
Após realizar a inscrição, aceda à área privada do utilizador, introduzindo o email e a palavra-passe, e anexe e preencha os campos obrigatórios.
Apresentação de um ficheiro PDF, em formato Din A1 com 72 dpi, em formato .pdf e um tamanho máximo de 12 MB, que inclua o seguinte material:
  • Fotografias
  • Desenhos rigorosos
  • Esboços que ilustrem a proposta
Inscrição

A inscrição no Concurso Arquia/Bolsas só pode ser realizada através do sistema de inscrição on-line, preenchendo o formulário específico.
Para facilitar o processo de inscrição, pode guardar o estado da inscrição a qualquer altura e continuar a sua inscrição posteriormente.

Cartaz
Data limite de inscrição
Terça-feira, 30 de abril de 2019, às 12 horas (hora peninsular espanhola).
Data limite para envio da documentação
Terça-feira, 30 de abril de 2019, às 12 horas (hora peninsular espanhola).
Júri
O júri será composto por:
João Luís Carrilho da Graça
João Luís Carrilho da Graça (Portalegre, 1952) Licenciou-se em Arquitetura pela Escola Superior de Belas Artes de Lisboa em 1977 e, desde então, dirige o seu próprio atelier. Foi assistente na Faculdade de Arquitetura da Universidade Técnica de Lisboa entre 1977 e 1992, onde ensinou alternadamente a cadeira de projeto do primeiro e do último ano curricular.
No dia 9 de julho de 1999, foi nomeado Grande-Oficial da Ordem de Mérito.
É professor convidado no Departamento de Arquitetura da Universidade Autónoma de Lisboa desde 2001 e no Departamento de Arquitetura da Universidade de Évora desde 2005. Foi também professor convidado na Escola de Arquitetura da Universidade de Navarra entre 2007 e 2010.
Foi professor convidado em seminários e conferências sobre o seu trabalho em várias universidades, nomeadamente, em Barcelona, Sevilha, Lisboa, Roma, Milão, Turim, Verona, Cidade do México, Viena, Aquisgrano (Alemanha) e Porto.
Tema Concurso 2019

“Segunda mano: Una casa discreta”

Ponte Visconteo
Valeggio Sul Mincio, Itália

Programa:
Há umas semanas, em Paris, visitei uma exposição de arquitetura, muito interessante, sobre o trabalho do jovem arquiteto japonês Junya Ishigami. Numa entrevista em vídeo, que acompanha a exposição, afirma (cito de memória) que o arquiteto é um “guia turístico”. Esta afirmação, primeiro, escandalizou-me. Depois, pensando melhor, pareceu-me uma ideia interessante: imaginar que os arquitetos estão a viajar e a conhecer o mundo que, a pouco e pouco, vão revelando!
Pedimos que nos mostrem um lugar construído ou natural que, com um mínimo de intervenção, possa constituir uma casa discreta.
“...o velho gesto do speculum platónico, o de dividir o real, não entre o falso e o verdadeiro, mas entre o que realmente é e as virtualidades que contém, invisíveis. Uma árvore, esta árvore, se não for fotografada, continua a enviar as suas imagens; como afirma Bergson: “como não ver que a fotografia, se existir, já foi captada, tirada no próprio interior das coisas e para todos os pontos do espaço? Nenhuma metafísica, nenhuma física, inclusivamente, pode ser subtraída a esta conclusão.” (Henri Bergson, Matière et mémoire, París, PUF, 1939, p. 22)”
José Bragança de Miranda, ph.01 – Jorge Molder: A fotografia como incisão. Lisboa, Imprensa Nacional-Casa da Moeda, 2017, p.9

Bolsas Ministério do Fomento
A Fundação Arquia atribui, com a colaboração do Ministério do Fomento, Direção Geral de Arquitetura, Habitação e Ordenamento, 3 bolsas para alunos de arquitetura e jovens arquitetos, destinadas à realização de estágios profissionais na Administração Pública, Ministério do Fomento, Direção Geral de Arquitetura, Habitação e Ordenamento.
Bolsas Fundação Metrópoli
A Fundação Arquia acordou, com a Fundação Metrópoli, a admissão de 2 arquitetos recém-diplomados de Faculdades de arquitetura espanholas e portuguesas, interessados em Urbanismo, Inovação e Desenvolvimento da Cidade para a realização de estágios profissionais nas suas instalações de Madrid.
Bolsa Gestão Cultural na Royal Academy of Arts
A Fundação Arquia, atendendo ao valor formativo que pressupõe o conhecimento prático da profissão, atribui 1 bolsa a estudantes de arquitetura e a jovens arquitetos das Faculdades de arquitetura espanholas e portuguesas, destinada à realização de um estágio não profissional de Gestão Cultural na sede da Royal Academy of Arts em Londres.
Bolsa Gestão Cultural na Fundação Arquia
A Fundação Arquia, atendendo ao valor formativo que pressupõe o conhecimento prático da profissão, atribui 1 bolsa a estudantes de arquitetura e a jovens arquitetos das Faculdades de arquitetura espanholas e portuguesas, destinada à realização de um estágio não profissional de Gestão Cultural na sede da Fundação Arquia, em Barcelona.
Bolsas de matrícula Campus de Ultzama
A Fundação Arquia atribui, em colaboração com a Fundação Arquitetura e Sociedade, 2 bolsas de matrícula a estudantes de arquitetura e jovens arquitetos das Faculdades de arquitetura espanholas e portuguesas, destinadas à participação no Campus de Ultzama 2019.

mi área privada