Notícias arquia / investigação


CERIMÓNIA DE ENTREGA DA II BOLSA DE INVESTIGAÇÃO EM NOVA IORQUE 2016

09 SEPTIEMBRE 2016 / INVESTIGAÇÃO

Na quinta-feira, dia 8 de setembro de 2016 realizou-se a cerimónia de entrega da II Bolsa de Investigação em Nova Iorque, promovida pela Fundação Arquia e pela Real Academia de Belas Artes de San Fernando.

O júri da segunda edição da Bolsa de Nova Iorque – composto por Fernando de Terán (Diretor da Real Academia de Belas Artes de San Fernando), Montserrat Nogués Teixidor (Patrona da Fundação Arquia), Luis Fernández-Galiano (arquiteto, Académico titular da Real Academia de Belas Artes de San Fernando) e Gerardo García-Ventosa (Diretor da Fundação Arquia), reuniu-se na passada segunda-feira 20 de junho de 2016 na sede da Arquia em Madrid.

Por unanimidade, o júri decidiu conceder a bolsa de investigação em Nova Iorque 2016 ao projeto Delirious New York: 40th Year Update, de Lys Villalba Rubio, da arquiteta diplomada na ETSAM. Elegeu, igualmente, como suplentes os projetos: La cara B de Manhattan. Contracultura neoyorkina y su repercusión en la política de vivienda, da arquiteta Andrea Gimeno; Transatlantic Discourses: Lotus, Arquitecturas Bis and Oppositions (1970-1985), do arquiteto Alejandro Valdivieso; e Guía de referencia para la re_naturalización de los espacios, do arquitecto J. Giovani Acebedo.

O júri ficou satisfeito com a qualidade global dos trabalhos apresentados, bem como com o curriculum de muitos dos participantes. O objetivo do projeto de Lys Villalba é a atualização de um livro mítico da teoria arquitetónica, a obra de Rem Koolhaas, Delirious New York. O júri premiou-o, impressionado quer pelo talento gráfico manifestado noutros projetos de investigação da autora, como o Tokio realizado recentemente, quer pelo excecional curriculum da arquiteta.

Decidiu igualmente selecionar a proposta de Andrea Gimeno por ser extremamente estimulante na sua exploração da contracultura nova-iorquina na política de habitação, uma abordagem com interesses contemporâneos. O projeto de Alejandro Valdivieso complementa a sua tese de doutoramento sobre a revista Arquitecturas Bis com os laços transatlânticos dos componentes da mesma e muito especialmente com a revista Oppositions e ao que se junta o brilhante curriculum do seu autor, que acaba de se diplomar em Harvard. Quanto ao guia de J. Giovani Acevedo para recuperar a natureza na cidade, incide num assunto da maior importância e de grande atualidade.

Lys Villalba recebeu a bolsa das mãos de Javier Navarro Martínez, Presidente da Fundação Arquia e de José Luis García del Busto, Secretário Geral da Real Academia, na cerimónia de entrega realizada na Academia na quinta-feira 8 de setembro, que reuniu membros do Patronato da Fundação Arquia, Académicos e representantes das instituições do âmbito da arquitectura da Comunidade de Madrid.

O prazo de admissão da inscrição na presente edição terminou no passado dia 31 de maio de 2016 com um total de 65 candidaturas. A elevada participação na convocatória assinala o grande interesse gerado pela iniciativa e reafirma a necessidade de uma bolsa com estas características.

 

mi área privada