Notícias arquia / publicações


Transferência gratuita da arquia/teses 10 'Apuntes de viaje al interior del tiempo', de Luis M. Mansilla

07 MARZO 2012 / FUNDAÇÃO

Ao redor de ruínas e paisagens italianas quase sempre imutáveis, observando as notas, as fotografias e os apontamentos resultantes da viagem, a contiguidade das imagens tenta imaginar como as distintas formas de alguns arquitetos representarem o que nos rodeia são uma declaração de intenções sobre a sua posição em relação à cultura, ao observador e à natureza.
A matéria é inerte e mutável, mas, ao riscá-la, ao fazer fricção com a vida, ao mudá-la de sítio, já não mostra só o que é, mas também o que queria ser, a sua vocação e os seus esforços. Uma vocação que, necessariamente, expressa (e oculta) um entendimento do mundo. Um entendimento que pode ser visto quase em termos físicos… Face à determinação obstinada da natureza, o homem e a mulher erguem-se na busca de um espaço mental próprio, presidido pela liberdade: liberdade para se posicionar perante um mundo (imaginando que pode ser modificado) e uma cultura (imaginando que pode ser entendida). Um espaço, portanto, inspirado pelo potencial das coisas, como se, no nosso modo de estar no mundo, pudéssemos reivindicar o possível, aquilo que pode ser feito em relação ao sentimento que nos transmite o afastamento da vida. Luis M. Mansilla

 

mi área privada