Notícias Fundação arquia


'Schminke House' de Hans Scharoun na arquia/filmoteca

05 MARZO 2015 / FILMOTECA

Schminke House de Hans Scharoun na arquia/filmoteca

Aceda à sua visualização em http://kcy.me/1qp9e.

Na pequena cidade de Löbau em Sajonia, escondida atrás de uma fábrica encerrada, encontra-se uma das casas mais notáveis de Hans Scharoun, a Schminke House. Foi projetada e construída pelo arquiteto, desde 1930 até 1933 para o fabricante de massas Fritz Schminke, para a sua esposa Charlotte e para os seus filhos, pouco antes do início dos anos do nazismo.

A gente da cidade apelida a casa atrás da fábrica de Schminke de o "navio de vapor das massas". Com os seus olhos de boi, a ponte e as escadas exteriores, comentam que faz justiça a esse nome. Hans Scharoun, que veio de Bremerhaven, na realidade retirou algumas das suas ideias da construção naval. E, num sentido metafórico, entendeu a casa como um barco de vida para toda a família.

“Your life’s new ship - toot, toot, toot - is under steam. It will serve you well in the coming cheerful battle.” escreveu Scharoun no verão de 1933, no livro de visitas da família.

Sem prejuízo das funções em toda a casa, o edifício vai muito além do modernismo cúbico dos anos vinte. Scharoun viu a casa como um mediador entre o ser humano e a natureza que o rodeia. O resultado final é uma obra de arte e uma obra-prima da construção ecológica.

O filme conta a história de uma casa moderna, que parece ter sido construída fora do seu tempo. Klaus Kurvers, o historiador da arquitetura, conduz o espetador através da casa, ao mesmo tempo que Helga Zumpfe, a filha mais nova da família Schminke e Ello Hischfeld, uma menina judia adotada que aqui sobreviveu aos nazis, explicam como o vapor das massas, era um lugar feliz para se viver e como significava dias despreocupados da infância. Achim Wendschuh, um arquiteto e colaborador próximo de Hans Scharoun, explica os princípios do projeto. Deste modo, o filme combina a arquitetura com o que uma casa pode significar para os seus habitantes.

“The house that I loved most, was built for the industrialist Schminke in Löbau in Saxony.” - Hans Scharoun, nos anos 50.

Texto adaptado da descrição em Artfilms DVD.

 

 

mi área privada