Notícias Fundação arquia


Ode à fábrica abandonada de Iñaki Uriarte e Unai Alonso na arquia/filmoteca

10 JUNIO 2015 / FILMOTECA

Na relação das pessoas com os recintos industriais abandonados, produz-se uma transferência humana diferida de sentimentos. Os que ali trabalhavam, ansiavam pela liberdade espacial, procuravam escapar, acabar com o compromisso de uma liturgia urbana obrigatória. Agora, que a produção já terminou e a fábrica permanece fechada, outros obstinam-se no desejo de entrar, de perceber novos valores latentes, quiçá, possuídos por uma inspiração interpretativa.

Imersos nestes cenários imensos, repletos de sugestões abandonadas, produz-se um rapto sensorial, expresso através de relatos veementes que transitam da imaginação para a criação, terminando com este (des)concerto do espaço no tempo, para a voz da memória e para o som da emoção.

Rodagem realizada entre janeiro de 2011 e setembro de 2012, em fábricas e ambientes industriais localizados nos municípios de Barakaldo, Basauri, Durango, Sestao, Trapagaran, Ecay e Marcilla.

Aceda a sua visualização na arquia/filmoteca.

Iñaki Uriarte comenta num artigo no diário Deia, o objeto da realização do audiovisual. 

 

 

 

mi área privada