Notícias Fundação arquia


Decisão do júri da XI Convocatória do Concurso bienal de teses de arquitetura arquia/teses 2017

31 MAYO 2018 / TESES

No passado mês de abril, o júri da XI convocatória do concurso bienal de teses de arquitetura, presidido por Félix Solaguren-Beascoa e composto por María José Aranguren, Carmen Espegel, Carlos García Vázquez, Laura Martínez de Guereñu, Naiara Montero, Juan Manuel Palerm e José Antonio Sosa-Saavedra, director da coleção arquia/teses, na qualidade de secretário (com voto consultivo), decidiram atribuir os seguentes prémios e menções às teses:

1.º Prémio: “Lo infra-leve: acciones y projetos frágiles” de Evelyn Alonso Rohner
2.º Prémio: “Las casas de Arne Jacobsen. El patio y el pabellón” de Berta Bardí Milà

Menções
1.ª Menção: “Ni lo uno, ni lo otro: posibilidad de lo neutro en arquitectura” de Silvia Colmenares Vilata
2.ª Menção: “Asplund versus Lewerentz” de Héctor Fernández-Elorza
3.ª Menção: “El nadador de Cap Martín y otros cuentos de arquitectura” de Fernando Carrascal Calle
4.ª Menção: “Cuerpo y casa: hacia el espacio doméstico contemporáneo (...)” de Gonzalo Pardo Díaz

Após a pré-seleção de 26 teses de doutoramento na primeira fase, da reunião do júri resultaram 16 teses finalistas, às quais se deliberou conceder os prémios acima indicados. (Consultar a ata da decisão do concurso)
Segundo o estabelecido nas condições do concurso, a Fundação Arquia só tem o compromisso de publicar as duas teses premiadas (1.º e 2.º prémio), de acordo com o calendário e orçamento editorial e desde que seja demonstrado o caráter inédito das mesmas e sejam geridos os direitos de autor aplicáveis, tanto do conteúdo escrito como do material gráfico.

Todos os participantes desta segunda fase receberão a respetiva notificação/certificado, no decorrer destes dias, pela Fundação Arquia.
Agradecemos a participação, bem como o grande interesse manifestado pela convocatória todos os anos e o alto nível das teses apresentadas.

Fundação Arquia, maio de 2018

 

mi área privada