Notícias Fundação arquia


O Arquia e a Cáritas alargam o programa de ações com vista à melhoria das condições de habitação das famílias vulneráveis

20 JUNIO 2018 / FUNDAÇÃO

O Arquia e a Cáritas assinaram uma prorrogação do seu acordo anual de colaboração, no qual reúnem esforços para melhorar as condições de habitação das famílias em situação de vulnerabilidade ou risco de exclusão.

O Arquia Banca, a cooperativa de crédito para profissionais, através do Arquia Social, iniciativa gerida pela Fundação Arquia, assinou uma prorrogação do seu acordo anual com a Cáritas Espanhola para promover um programa de adequação da habitação, com o objetivo de apoiar o direito das pessoas poderem beneficiar de uma habitação digna, através de um programa de melhoria das habitações para famílias em risco de exclusão social ou com necessidades especiais.

“O programa, desenvolvido em colaboração com a instituição de assistência social Cáritas, responde às necessidades de melhoria das condições de habitabilidade ou de acessibilidade à habitação das famílias com escassos recursos, fomentando a melhoria da qualidade de vida e, por sua vez, promovendo a dinâmica familiar e o desenvolvimento afetivo e emocional através de uma habitação condigna”, salienta o presidente do Arquia, Javier Navarro.

O Arquia, no âmbito do seu compromisso social e de apoio aos profissionais da arquitetura, atuará como gestor do programa, em colaboração com a Cáritas, que assumirá o processo de eleição das famílias em cada circunscrição através das diferentes Cáritas Diocesanas.

O campo de ação do programa abarcará todo o território nacional, embora numa primeira fase seja desenvolvido preferencialmente nas províncias de Sevilha, Las Palmas,Cádiz, Granada, Córdova, Valladolid, Albacete, Salamanca, Valência e Huelva, sem excluir qualquer nenhuma iniciativa que possa surgir no resto de Espanha.

O presente acordo prevê uma contribuição financeira anual destinada a cobrir os custos diretos das obras necessárias à adequação das habitações das famílias ou pessoas em risco de exclusão social, complementando o acordo existente que cobre os honorários dos técnicos que participam no seu desenvolvimento e priorizando a eleição de arquitetos em situação de baixos rendimentos, mas com um histórico comprovado de sucesso neste tipo de obras.

As ações propostas neste acordo visam garantir condições de vida condignas, nomeadamente, intervenções em cozinhas e instalações sanitárias, instalações de abastecimento, aparelhos específicos para água quente sanitária, adaptações específicas para necessidades especiais ou terceira idade, humidade, controlo de pragas e melhoria do isolamento.

 

mi área privada