Noticias arquia/ filmografía


Apresentação do acordo Mediateca entre o COAM e a Fundação Arquia

07 ABRIL 2015 / FILMOTECA

Na próxima quarta-feira, dia 8 de abril de 2015 pelas 20:00 horas, irá realizar-se a apresentação do Acordo de Colaboração arquia/mediateca entre a Fundação Arquia e o COAM. Juntamente com a apresentação do Acordo, será apresentada a nova arquia/mediateca com a ampliação da linha de conteúdos da Filmografia e a consolidação da Filmoteca como uma referência no seu domínio, com mais de 500 audiovisuais selecionados.

O local de celebração será o Auditório do Segundo Piso, com capacidade para 120 pessoas. Na cerimónia irá proceder-se à apresentação do acordo, juntamente com a projeção de 35 minutos do documentário Tokyo, Espaces Intercalaires, de Damien Faure, finalizando com uma mesa redonda na qual irão participar Josep Manuel García Roig, arquiteto; David Rivera, historiador especializado em Cinema e Jorge Gorostiza, arquiteto e crítico de cinema, moderada por Gerardo García-Ventosa.

A Mediateca da Fundação Arquia foi concebida como um centro de Investigação de audiovisuais de Arquitetura e Urbanismo que se constitui como espaço de referência de informação para o estudo, divulgação e revalorização dos audiovisuais de arquitetura, mediante a digitalização, preservação e exposição de Fundos Audiovisuais existentes de entidades do setor e audiovisuais de produções independentes, bem como, o seu registo e custódia e o fomento da nova criação de obras e ciclos audiovisuais.

Atualmente, a Mediateca da Fundação está organizada em duas linhas de conteúdo: Filmoteca (arquia/filmoteca) e Filmografia (arquia/filmografia), cuja funcionalidade permite a criação de arquia/ciclos.

A arquia/filmoteca é um arquivo fílmico, onde os utilizadores acreditados da plataforma FQ podem visualizar gratuitamente, utilizando streaming, audiovisuais do âmbito da arquitetura e dos arquitetos. O seu catálogo está organizado em quatro secções: documentários, conferências, cooperação e ficção;

A arquia/filmografia é um registo de audiovisuais de arquitetura, apresentado através de fichas com informação da obra e da sua localização física para uma possível consulta (caso não esteja disponível no catálogo online da Filmoteca);

Os arquia/ciclos são criados partir de uma seleção de audiovisuais presentes na Filmoteca, podendo ser completados com referências da Filmografia e com propostas temáticas de especialistas convidados para a Mediateca ou realizados pela própria Fundação Arquia.

O acordo de colaboração COAM / Fundação Arquia inicia uma série de acordos já em execução com instituições do setor, com o objetivo de preservar, catalogar, uniformizar e divulgar os Fundos Audiovisuais de Arquitetura existentes.

Através da digitalização de uma seleção de obras provenientes dos referidos fundos por parte da Fundação Arquia e da cessão das instituições para a sua visualização na Filmoteca, contribui-se para evitar a perda destes testemunhos, pela degradação natural do material de arquivo, recuperando o valor cultural das atividades que foram realizadas e permitindo a visualização de gravações em formatos antigos.

As instituições colaboradoras fornecem uma listagem do seu Fundo Audiovisual que, após um trabalho de catalogação e uniformização por parte da Fundação Arquia, permite a divulgação dos seus audiovisuais existentes sobre Arquitetura e a colocação da informação numa base de registos única, à disposição do público especializado, de consulta aberta na linha Filmografia.

O conteúdo da linha Filmoteca que se encontra ao alcance de todos os arquitetos, constitui-se como um catálogo online de uma seleção de audiovisuais relacionados com o meio da Arquitetura e dos arquitetos. A Filmoteca permite o acesso à visualização de todos os audiovisuais disponíveis no seu catálogo online, aos arquitetos e alunos de arquitetura dos Colégios Profissionais e das Escolas de Arquitetura do território espanhol.

No acordo com o COAM, a Fundação Arquia desenvolveu uma aplicação que permite o acesso direto dos associados do COAM à Filmoteca de Arquitetura, sem a necessidade de acreditação.

 

mi área privada