Skoura


Arquitectura, tierra y palmeras en Skoura

Entre a encosta sul do Gran Atlas e o deserto do Saara, estende-se um território de grande aridez. Ali a vida concentra-se junto aos leitos dos rios ao longo dos quais corre a água dos picos.

Neste oásis, existe uma arquitetura que, apesar da austeridade dos materiais de construção, terra e palmeiras, é de uma grande beleza, em harmonia com o meio ambiente e o clima. São três as tipologias que constituem o habitat tradicional: o qsar ou povoado murado, a tighremt ou casa fortificada e a qasba ou fortaleza dos grandes chefes. Além disso, há vários santuários onde estão enterrados e são venerados os santos locais e é comum existirem celeiros coletivos para o armazenamento e proteção dos produtos alimentícios.

Durante uma quinzena do mês de outubro de 2001 e, posteriormente, outra quinzena em março do ano seguinte, realizamos dois workshops no oásis de Skoura com alunos de arquitetura da Escola de Valença, com o intuito de inventariar a sua arquitetura tradicional.

Em maio de 2006 a Fundação Caixa de Arquitectos editou o livro “Arquitectura de tierra en el sur de Marruecos. El Oasis de Skoura” finalista da convocatória dos prémios FAD 2007 na categoria pensamento e crítica, segundo palavras da organização: por ser um livro que tem origem numa investigação de campo, algo tão raro nos nossos dias e que surge como uma afirmação da necessária correspondência que deve existir entre o local, os materiais, os sistemas de construção e as tipologias.


Inauguração
  • COA Córdoba: 27/09/2007
Itinerâncias
  • COA Córdoba: 27/09/2007 - 02/11/2007
  • CTA Valencia: 28/11/2007 - 07/01/2008
  • COA León: 10/01/2008 - 03/02/2008
  • ETSA Sevilla: 13/02/2008 - 31/03/2008
 
  • ETSA A Coruña: 03/04/2008 - 25/04/2008
  • COA Girona: 13/05/2008 - 29/06/2008
  • COAC Tarragona: 02/03/2009 - 30/04/2009
  • ETSA Vallés: 04/05/2009 - 29/05/2009

mi área privada