Los Ángeles


10 Paradigmas

A eleição mostra dez casas capazes de representar un modo de habitar, de entender a cidade e de cooperar na sua construção, de construir o espaço e compreender a função da arquitectura e, até mesmo, a missão do arquiteto. São representadas as diferentes vocações da arquitetura argelina, tanto as obras mais distantes do estilo internacional, como as interpretações da modernidade mais difundidas pela historiografia moderna e, presumivelmente, mais próximas do observador da exposição. São obras dos arquitetos Greene, Irving Gill, R.M. Schindler, R. Neutra, Gregory Ain, dos Eames, A. Quincy Jones, Craig Ellwood, Albert Frey ou John Lautner.

A exposição apresenta-se como a própria cidade de Los Angeles: um mosaico de fenómenos individuais conscientes da sua repercussão geográfica, construído com a adição de paisagens heterogéneas, por vezes opostas e, até mesmo, em luta contra o seu ambiente físico e político. A cidade é mostrada através de uma representação parcial de uma seleção infinitesimal das suas paisagens. E, com a cidade, é apresentada uma pluralidade de arquiteturas modernas, que revelam a capacidade transformadora e propositiva — nem sempre exercida — da arquitectura do nosso tempo.

É, em última análise, uma mostra que confia na possibilidade cultural e transformadora da arquitetura.


Inauguração
  • Museo de Bellas Artes de Bilbao: 13/07/2006
Itinerâncias
  • Museo de Bellas Artes de Bilbao: 13/07/2006 - 17/09/2006
  • COA Zaragoza: 20/10/2006 - 24/11/2007
  • COA León: 25/01/2007 - 05/03/2007
  • COA Girona: 29/03/2007 - 30/04/2007
  • CTAV València: 15/05/2007 - 29/07/2007
  • COA Almería: 03/09/2007 - 15/10/2007
 
  • COA Salamanca: 18/10/2007 - 11/11/2007
  • COA Zamora: 15/11/2007 - 17/12/2007
  • COA Palencia: 06/02/2008 - 06/03/2008
  • COA A Coruña: 01/04/2008 - 25/04/2008
  • COA Murcia: 29/04/2008 - 30/05/2008
  • COA Rioja: 05/06/2008 - 07/07/2008

mi área privada